Governo propõe novo regime para prolongar contratos a prazo

O Executivo leva hoje à concertação social uma nova proposta para os contratos a prazo, que permite que sejam renovados por mais duas vezes. A medida pretende evitar a subida do desemprego, escreve o 'Diário Económico'.

Atualmente já existe um regime de exceção para alargar a duração dos contratos, mas apenas abrange os que já atingiram a sua duração máxima até junho de 2013. A nova proposta, a que o 'Diário Económico' teve acesso, admite agora duas renovações extraordinárias, até 18 meses, no caso de contratos a termo certo que atinjam os seus limites máximos de duração nos dois anos seguintes à publicação do futuro diploma.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG