Governo estuda mudanças na gestão da Caixa

A administração da Caixa está em risco de não chegar ao fim do mandato. O descontentamento do Governo pode precipitar a escolha da nova equipa de gestão já para o final de Abril.

O "Diário Económico" escreve que "a getão da Caixa Geral de Depósitos (CGD) poderá vir a ser substituída antes de terminar o mandato". Segundo o jornal, "o Governo pondera precipitar a escolha de uma nova equipa já para final de Abril, início de Maio, altura em que se realiza a Assembleia Geral anual do banco".

Segundo o jornal, "esta decisão decorre, por um lado, da noção de que o modelo de gestão que o Governo escolheu para a Caixa não se mostrou eficaz. Por outro lado, existem diferenças entre aquilo que é a visão do accionista Estado e a da gestão sobre o que deve ser a Caixa. A somar a estas questões, também haverá diferendos internos na equipa da CGD. A justificar esta antecipação de mudanças na gestão ou no próprio modelo de governação estará também o facto de o Governo de Passos Coelho querer assegurar a responsabilidade e legitimidade política de nomeação de uma nova equipa. Com a instabilidade vivida no País e as eleições autárquicas que se avizinham, com resultado imprevisível, o atual Executivo teme vir a ter dificuldade em fazer grandes mudanças no próximo ano, quando for altura de eleger os novos orgãos sociais".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG