Governo disse que poupa com juros mas despesa aumenta

A poupança anunciada com juros no Rectificativo foi de 335 milhões de euros, mas a despesa total com estes encargos aumenta 289 milhões de euros na contabilidade que conta para Bruxelas.

O "Jornal de Negócios" escreve hoje que "os valores inscritos no Orçamento Rectificativo, que é discutido esta sexta-feira no Parlamento, contrariam a informação avançada pelo Governo de que haveria uma poupança com juros. O Estado não só não poupa como vai gastar mais 289 milhões de euros. Esta é uma das várias inconsistências detetadas no documento".

Segundo o jornal, "no relatório do Orçamento Rectificativo lê-se que há "redução de despesa com juros e outros encargos da dívida direta do Estado no montante de 335 milhões de euros" face ao Orçamento inicial. Os números inscritos nos dois relatórios contam, no entanto, uma história diferente. Em Contabilidade Nacional, as regras de contabilidade aceites em Bruxelas e das quais resulta o objetivo do défice de 5,5% do PIB negociado para este ano, a despesa total com juros das Administrações Públicas aumenta 289 milhões de euros (141,5 milhões de euros na Administração Central e 117 milhões nas Regiões e Autarquias)".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG