Fundos estrangeiros apostam na bolsa

Forte subida da bolsa permitiu aos fundos obter o melhor trimestre em cinco anos. E está a atrair cada vez mais investidores. Tantos que a Fidelity teve de travar as entradas. Até a Black Rock duplicou a aposta em Lisboa.

O "Jornal de Negócios" escreve hoje que "a Fidelity foi obrigada a limitar as subscrições de novos investidores no seu fundo que investe em ações portuguesas e espanholas. A decisão foi tomada após a forte procura registada pelo produto nos últimos meses - investimento disparou 13 vezes no espaço de um ano -, movimento que está a ser sentido por parte de outras gestoras que apostam no mercado nacional".

Segundo o jornal, "o valor aplicado no Fidelity Iberia passou de 120 milhões de euros, no início de 2013, para os atuais 1,6 mil milhões de euros. Ou seja, houve um aumento de 1.233%. Este movimento de forte entrada obrigou gestora a colocar em "soft close" (restrição à entrada) as novas subscrições no fundo de modo a evitar que o valor sob gestão afete a sua política de investimento, adiantou o gestor do fundo, Miguel Corte-Real".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG