Funcionário do Estado gastou meio milhão em telefonemas

A maioria das chamadas foi feita para participar em concursos. Eram chamadas de valor acrescentado que dão acesso ao sorteio de prémios em dinheiro e outros bens, escreve o 'Jornal de Notícias'.

Um funcionário da Segurança Social de Lisboa, de 40 anos, foi detido pela Polícia Judiciária, indiciado de ter causado um prejuízo de mais de meio milhão de euros, em telefonemas ao longo de um ano, em crimes de peculato.

A detenção, escreve o 'Jornal de Notícias', foi feita no próprio local de trabalho, onde chegou a haver buscas por parte da PJ.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG