Fuga de informação avisa Duarte Lima

O ex-deputado já sabia que ia ser preso e o seu sócio, Vítor Raposo, já saíra de Portugal no domingo rumo à Guiné.

A notícia é avançada pela edição desta sexta-feira do "Correio da Manhã". Duarte Lima terá tomado conhecimento do que lhe ia acontecer com alguma antecedência devido a uma fuga de informação.

Os investigadores temem que esta fuga sobre a operação o tenha levado a destruir, em casa, provas essenciais do processo. Segundo o "Correio da Manhã", terá sido esta a razão que levou Duarte Lima a receber os inspectores sem qualquer surpresa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG