Fisco deixa fugir 684,5 milhões de euros

Número de processos de dívidas fiscais prescritas mais do que triplicou. Segurança Social também perdeu 234,5 milhões de euros.

O "Correio da Manhã" escreve que o Estado perdeu no ano passado 684,5 milhões de euros em dívidas fiscais que prescreveram. Trata-se do segundo valor mais elevado desde 2008, correspondente a 233.628 processos (valor que triplicou em relação ao ano de 2009), a maior parte dos quais relativos a impostos municipais sobre o património imobiliário.

Se aos 684,5 milhões de euros de dívidas fiscais que o Estado deixou fugir somarmos as dívidas à Segurança Social que também prescreveram em 2010, no valor de 234,5 milhões de euros, o Estado deixou de embolsar cerca de 919 milhões de euros, o que corresponde a 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG