Falta de pessoal pára urgências do 112

As 42 Viaturas Médicas de Emergência e Reanimação (VMER) estiveram inoperacionjais, em média, duas semanas em 2013, por falta de médicos e enfermeiros.

O "Correio da Manhã" escreve hoje que "as 42 Viaturas Médicas de Emergência e Reanimação (VMER) estiveram paradas, em média, 15 dias em 2013, uma redução comparativamente com o ano anterior, 18 dias. A falta de médicos para preencher es escalas de serviço 24 horas por dia é o principal problema para a inoperacionalidade das viaturas médicas. O socorro às populações fica comprometido".

Segundo o jornal, "a taxe média de inoperacionalidade das VMER em 2013 foi de 4,1 por cento, sendo que 3,8 por cento se deveu à falta de médicos".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG