Eurodeputados dividem-se sobre ação da troika

Direita quer reação "desadequada" de gobverno de José Sócrates conste no relatório sobre a atuação da troika em Portugal.

O "Jornal i" escreve hoje que "os eurodeputados da Comissão de Assuntos Económicos e Monetários (ECON) no Parlamento Europeu apresentaram 915 emendas ao relatório inicial sobre a avaliação da ação da troika nos países sob programas de ajuda financeira. Entre os representantes portugueses as opiniões divergem: à direita pede-se que a resposta "desadequada" à crise do governo de Sócrates conste no texto final; à esquerda, os eurodeputados querem carregar no tom das consequências negativas dos programas de ajustamento".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG