Estado paga 64 milhões para despedir

Governo prevê gastar quase 64 milhões de euros com o pagamento de indemnizações a funcionários públicos que saiam do Estado em 2013.

De acordo com o "Correio da Manhã", as saídas de trabalhadores do Estado vão custar, no próximo ano, quase 64 milhões de euros. No conjunto dos Serviços Integrados e dos Fundos Autónomos, o Governo prevê que o pagamento de indemnizações por cessação de funções esteja concentrado em três ministérios: ao todo, Educação e Ciência, Economia e Emprego e Defesa representam 87% da verba total orçamentada.

Em regra, serão pagas compensações financeiras a professores, militares e outros funcionários públicos com contratos a prazo não renovados, a trabalhadores das empresas de transportes e a pessoas que passa à reforma com férias não gozadas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG