Estado limpa BPN para angolanos

Segundo o Correio da Manhã o Estado assumiu o prejuízo do BPN no chamado negócio de Porto Rico. A Parvalorem pagou ao BPN 45,7 milhões de euros para ficar com dívidas de offshores.

Escreve hoje o Correio da Manhã que o Estado português paga o prejuízo de Porto Rico. O crédito - no âmbito da limpezas dos ativos tóxicos - foi transferido para a empresa pública em 2010. A Parvalorem pagou ao BPN 45,7 milhões de euros para ficar com a dívida das offshores da operação Biometrics. O negócio de Porto Rico foi assinado por Oliveira e Costa e Dias Loureiro e está a ser investigado pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG