Espanha vai ter mais um ano para corrigir défice público

Bruxelas admite dar mais um ano a Madrid para atingir a meta dos 3% do PIB. O adiamento de 2014 para 2015 será feito à custa dos pensionistas.

O "Público" escreve hoje que a "Espanha vai ter mais um ano para reduzir o défice público. A meta dos 3% do produto interno bruto (PIB) terá de ser atingida até 2015 - e não em 2014, como estabelecia o anterior quadro europeu. O país vizinho terá, assim, mais um ano do que Portugal para colocar as contas do Estado em ordem".

Segundo o jornal, "neste momento, o Governo espanhol está obrigado a reduzir o défice público para os 6,3% este ano, 4,5% no próximo e 3% em 2014. Se o regime for alterado, a regra dos 3% só deverá ser atingida em 2015, partindo de um limite de 7% este ano, 6% em 2013 e 4,5% no ano seguinte. Portugal também conseguiu uma flexibilização do prazo por um ano, mas tem de cumprir a meta de Maastricht (menos de 3% já em 2014)".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG