Ensino profissional vai privilegiar caça, pesca e agricultura

O Governo apresenta esta semana a revisão do ensino profissional. Pesca, caça e agricultura são novas apostas. Os cursos fora desta lista prioritária podem ser os primeiros a perder financiamento.

As orientações estão a ser transmitidas às escolas pelos diretores-regionais de educação: aumento do número de alunos por turma e não sobreposição a nível concelhio. Estas estratégias, revela o Jornal de Notícias na sua edição de hoje, somadas à perda de verbas do Porgrama Operacional Potencial Humano (POPH), justificam a redução da rede de ensino.

Até agora, as prioridades têm sido os cursos nas áreas das novas tecnologias e informação.

Exclusivos