Enfermeiros substituem médicos em casos de rotina

É a próxima reforma nos cuidados de saúde; o primeiro contacto nos centro de saúde em vez de ser com os médicos de família passa a ser assumido por enfermeiros, à semelhança do que acontece nas triagens dos hospitais.

O objetivo, explica o jornal "i", é que cada utente tenha um enfermeiro de família, que fará o acompanhamento de crianças ou o apoio na gestão de doenças crónicas no sentido da prevenção e promoção de saúde, encaminhando os casos que o justifiquem para o médico ou enfermeiros especialistas.

Esta é a proposta feita ao ministro da Saúde pelo grupo de trabalho nomeado em junho de 202 para estudar a futura lei do enfermeiro de família, revelou Germano Couto, bastonário da Ordem dos Enfermeiros que teve três peritos envolvidos neste trabalho. O dossier final foi entregue a Paulo Macedo em janeiro e a expectativa, diz, é que esteja aprovada até ao final do trimestre.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG