Empresas do Estado em risco de não pagar salários

O setor empresarial do Estado está em risco de falhar o pagamento de salários. Entre as empresas tecnicamente falidas e que podem até vir a ser extintas encontram-se a TAP e a RTP, assinala a Ordem dos Técnicos Oficias de Contas (OTOC).

Em 2011 o contributo do setor empresarial do Estado (SEE) para a criação de riqueza do País diminuiu 3,46%, o que se deve sobretudo ao aumento dos custos de produção, noticia o jornal i.

Este fator, aliado ao recuo de 1% de 2010 para 2011 do PIB português, torna o cenário ainda mais preocupante. Perante estes dados, a Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas não tem dúvidas que o setor empresarial do Estado "vá ter ainda mais dificuldade para fazer face aos encargos que tem que suportar, nomeadamente custos com pessoal e custos financeiros", cita o i.

Foi ontem divulgado o anuário do SEE, relativo a 2011, e a OTOC afirma mesmo que as empresas estão em risco de falhar o pagamento de salários.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG