Dívida é menor, mas pagamos juros próximos da Grécia

As mudanças de condições no empréstimo realizadas em relação à Grécia e não replicadas em Portugal colocaram o peso dos encargos com juros na economia grega em 4,7% este ano, contra 4,4% em Portugal.

Portugal foi, entre os países sujeitos a um programa de ajustamento da troika, aquele que viu ser menos reduzida a previsão para o pagamento de juros durante os próximos dois anos. O peso no PIB do encargo com os juros do Estado português vai estar assim a um nível muito próximo do da Grécia, apesar de a dívida pública nesse país ser bastante maior.

De acordo com as previsões de Inverno apresentadas na semana passada pela Comissão Europeia, o Estado português irá pagar, no decorrer deste ano, um valor equivalente a 4,4% do PIB (cerca de 7250 milhões de euros) em juros. Isto representa uma subida face aos 4,2% do ano passado (devido ao regresso parcial aos mercados a taxas mais elevadas que os empréstimos da troika), mas uma descida face aos 4,7% previstos pela Comissão Europeia há três meses atrás. De acordo com a edição de hoje do jornal "Público", são cerca de 500 milhões de euros a menos na fatura prevista com juros, o que se pode explicar com a situação mais favorável que entretanto se vive nos mercados.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG