Dentistas proibidos de passar atestados

O IMT está a recusar atestados médicos dentistas para obtenção de cartas de condução. A Ordem dos Dentistas diz que é ilegal. A dos Médicos diz que, se assim fosse, até veterinários podiam passar atestados.

O "Jornal de Notícias" escreve hoje que "fiquei estupefacto quando um paciente me comunicou que o atestado médico que lhe tinha passado, para ele revalidar a carta de condução, tinha sido recusado pelo Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT), com o argumento de que só aceitava documentos emitidos por médicos.Isso é um insulto, barbaridade e tremenda ilegalidade", disse ao jornal um médico dentista do Porto. A Direção da Associação dos Industriais do Ensino de Condução Automóvel de Portugal (ANORECA) confirmou a versão do dentista, explicando que a recusa ocorre "desde dia 11 no IMT-Porto. Até esse dia aceitavam atestados médicos dentistas".

Segundo o jornal, "o bastonário da Ordem dos Médicos, José Manuel Silva, assume ter sido o autor do ofício, enviado ao IMT, em fevereiro, com um parecer da jurista da OM que diz ser "ilegal" validar cartas de condução com atestados dentistas. Para o bastonário, que não percebe a polémica, "os dentistas dominam a arte dentária! Se acham que podem passar atestados fora dessa área, então os veterenários ou os da medicina tradicional chinesa também podem", diz.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG