Crato admite voltar a fechar cursos superiores sem alunos

Ministro reúne hoje com reitores e presidentes de politécnicos para discutir cursos sem procura e financiamento.

O "Diário Económico" escreve que "Nuno Crato vai repensar os cursos superiores que ficaram sem candidaturas este ano letivo, defendendo que as universidades e os institutos politécnicos têm de ajustar a sua oferta à procura dos estudantes. Este é um dos temas em cima durante a reunião de hoje entre os reitores e os presidentes dos politécnicos com o ministro da Educação e o secretário de Estado do Superior, José Ferreia Gomes".

Segundo o jornal, "além da racionalização dos cursos, vão ser discutidos ainda os cortes orçamentais no sector. De acordo com os dados divulgados pela Direção Geral do Ensino Superior, há 66 cursos onde não foi colocado qualquer aluno durante a primeira fase do concurso nacional de acesso ao superior. E nos 1.090 cursos que abriram vagas para este ano letivo, em 48 foi colocado apenas um estudante. No total, há 330 - cerca de 30% - licenciaturas com menos de dez alunos colocados".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG