Clientes pagavam prejuízos de Rendeiro

O ex-administrador do Banco Privado Português (BPP) Fernando Lima foi ontem ouvido no Banco de Portugal, no seguimento do processo que a entidade de supervisão tem contra o banco de João Rendeiro.

De acordo com a edição de hoje do "Correio da Manhã", Fernando Lima confirmou ao regulador que, quando Rendeiro tinha prejuízos nos seus negócios particulares, transferia os prejuízos para as cotas dos clientes do "retorno absoluto" (produtos financeiros vendidos pelo BPP como depósitos garantidos).

O ex-administrador revelou que vários fundos 'private equity' (investimento) do BPP compraram milhões de ações do BCP em 2007 (chegando a atingir 2,3% do capital do banco) a três euros por ação. Quando o valor dos títulos começou a cair, logo no ano seguinte, Rendeiro escondia as perdas diluindo os prejuízos nas contas dos clientes particulares que tinham subscrito os produtos de "retorno absoluto". Aos clientes, era dito que a sua carteira de investimentos se tinha desvalorizado. Tudo isto foi ontem confirmado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG