Cidadãos pedem nulidade de contratos 'swap'

Um grupo de cidadãos constituiu uma associação cívica com o objetivo de pedir na justiça a nulidade dos contratos de gestão de risco financeiro (swap) assinados entre empresas públicas de transportes e o Banco Santander.

A DT - Associação para a Transparência e Democracia pretende avançar com uma ação popular em Tribunal Administrativo. O objetivo é que os contratos swap assinados com o Banco Santander Tota sejam declarados nulos ou subsidiriamente nulos, segundo queixa apresentada à Comissão de Acesso a Documentos Administrativos (CADA), de acordo com o jornal "i".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG