China quer investir no agro-alimentar português

Portugal e China desbloquearam, ao fim de 30 anos, as exportações de laticínios. Memorando assinado no final de março pode trazer investimento chinês no sector agro-alimentar nacional.

O "Jornal de Negócios" escreve hoje que "o acordo para desbloquear, ao fim de 30 anos, as exportações de laticínios portugueses para a China abriu a porta a outros negócios, que poderão trazer investimento chinês para o sector agro-alimentar em Portugal. Nuno Vieira Brito, o novo secretário de Estado da Alimentação Agro-alimentar, diz ainda, em entrevista, que, entre outros produtos, os chineses estão interessados em fruta portuguesa. E no arroz.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG