Câmaras já gastaram mais em luzes e festas de Natal que em 2012

Os serviços públicos voltaram a abrir os cordões à bolsa, depois dos cortes verificados em 2012.

O "jornal i" escreve hoje que "os gastos com as festas de natal e deste fim de ano ascendem já aos 3,5 milhões de euros, de acordo com a pesquisa do i aos contratos publicados no portal Base (http://www.base.gov.pt/base2) até sexta-feira, 20 de dezembro. Este montante - que abrange as despesas de iluminação, cabazes, ofertas e festas de Natal, fogo de artifício, espetáculos, entre outros produtos e serviços - está já acima das despesas efetuadas no ano passado, as quais atingiram os 2,4 milhões de euros, mas ainda abaixo das verificadas em 2011, ano em que se situaram nos 6,8 milhões de euros".

Segundo o jornal, "quase um milhão de euros foi gasto em iluminações. Os maiores gastos são em iluminações e equipamentos elétricos e de som, com um total de 810,9 mil euros. Em segundo lugar estão os cabazes de Natal para os funcionários dos próprios serviços ou para as famílias mais carenciadas de alguns concelhos, com cerca de 500 mil euros. Os almoços de Natal surgem a seguir com 211,6 mil euros e os jantares com 65,4 mil euros. O contrato mais elevado é da responsabilidade da Secretaria Regional da Cultura, Turismo e Transportes da Madeira, que vai pagar 774,7 mil euros pelo fogo de artifício para as festas de passagem de ano. Este valor representa, ainda assim, uma redução de 1,2 milhões de euros em relação ao montante gasto em 2011".