Buraco pode crescer mais 5,5 mil milhões

Conta hoje o Jornal de Notícias que a conta a pagar pelos contribuintes deverá engordar automaticamente, por via administrativa, mais de 5,5 mil milhões de euros, a curto prazo. O motivo prende-se com a inclusão de mais empresas públicas no perímetro do défice.

Segundo as novas regras da contabilidade nacional, que entraram este mês em vigor, a verba será adicionada à dívida pública, um dos indicadores centrais para a avaliação da consolidação orçamental nos próximos 20 anos. A este valor serão acrescentados 2,8 mil milhões de euros de dívidas em atraso, escreve o Jornal de Notícias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG