Bullying é prática que acompanha gerações

Prática que afeta 40% dos jovens portugueses pode ter início no pré-escolar e deixa marcas até à idade adulta.

O "Jornal i" escreve hoje que o bullying "não é um fenómeno recente, mas fala-se mais do que antes" desta problemática. Tânia Paias, psicóloga clínica e autora do livro "Bullying - Tenho Medo de Ir à Escola", explica ao jornal que não há nenhum fator económico ou social associado ao bullying, que a prática é "transversal" a estas condições. "O que pode variar é a modalidade de perpetuação", explica. De acordo com vários estudos, 40% dos jovens portugueses já se envolveram em alguma dinâmica de Bullying seja no papel de vítimas seja de agressores. Apesar de não ser recente, o bullying tornou-se mais conhecido porque a sociedade está mais sensibilizada e menos tolerante, o que leva a que certos comportamentos sejam agora detetados com mais facilidade. Também a divulgação destas práticas levou vítimas de bullying agora adultas a perceber o que lhes ocorreu na infância ou adolescência".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG