BES e BCP cortam isenções de horário

Os dois bancos estão a informar alguns trabalhadores da intenção de deixar de pagar a remuneração relativa à isenção de horário de trabalho. O objetivo é poupar custos e adequar instituições à crise. Trabalhadores de outros bancos temem que a medida alastre a outras instituições como BPI ou a Caixa.

A medida é uma forma de gerar poupanças que não será alheia ao facto dea procura de serviços bancários estar ao nível mais baixo dos últimos anos, exigindo menos horas de trabalho aos empregados bancários, de acordo com o "Jornal de Negócios".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG