Banco de Portugal acaba com comissões indevidas

Banco de Portugal força Caixa e Santander a acabarem com os cartões de débito diferido, que prejudicavam os comerciantes das lojas onde eram utilizados. O BES já acatara a norma do supervisor.

O "Público" escreve na sua edição de hoje que "o Banco de Portugal acaba de dar mais um passo para tentar travar as comissões injustificadas que a Caixa Geral de Depósitos e o Banco Santander cobram quando são utilizados os novos cartões de débito diferido. Trata-se de um cartão recente, que é um misto entre o sistema de débito directo e o cartão de crédito, e que rende comissões elevadas, iguais às dos cartões de crédito, a pagar pelos comerciantes".

Segundo o jornal "os novos cartões não têm custos acrescidos para os clientes, mas alteram a gestão da conta à ordem, dado que, em alguns casos, o valor das compras é retirado do saldo contabilístico. Já para os comerciantes, as comissões cobradas por este tipo de cartões são muito elevadas e têm gerado protestos".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG