Aumentos nas pontes do Tejo na mira do Governo

Portagens nas pontes 25 de Abril e Vasco da Gama tiveram aumento médio global de 0,86% a 1 de Janeiro.

O "Jornal de Negócios" escreve na sua edição de hoje que "a Lusoponte, concessionária das pontes 25 de Abril e Vasco da Gama, em Lisboa, aumentou as portagens em cinco cêntimos no início deste mês, correspondendo a uma subida média global, para o conjunto de classes de veículos, de o,86%, justificando este valor com a fórmula prevista no contrato de concessão".

Segundo o jornal, "o Governo está a analisar esta decisão, que lhe foi comunicada pela empresa. O cálculo feito pela Lusoponte é diferente daquele utilizado pela Brisa, que manteve os preços das portagens inalterados este ano. De acordo com a Lusoponte, ao Estado não cabe autorizar ou não a empresa a atualizar os preços das portagens, mas apenas pronunciar-se, no prazo de 15 dias, caso discorde dos cálculos utilizados. A Brisa e a Estradas de Portugal decidiram não atualizar os valores das portagens este ano, já a Lusoponte aumentou as portagens nas duas travessias, tendo passado os veículos de classe 1 a pagar 1,65 euros na Ponte 25 de Abril e 2,65 euros na Vasco da Gama".