Aumentam urgências de psiquiatria no Porto

A Urgência Metropolitana da Psiquiatria no Porto (UMPP), tem recebido cada vez mais pacientes, ao contrário do que acontece com as urgências gerais das unidades do Serviço Nacional de Saúde que registaram, até julho, uma queda de 9,9%.

Os efeitos da crise e das dificuldades económicas nas patologias de ansiedade e depressão são alguns dos motivos que justificam o aumento das urgências de psiquiatria no Porto, notícia o Jornal de Notícias.

Arranca hoje, na cidade, o Congresso Nacional de Psiquiatria e este aumento será um dos temas centrais. "Os profissionais da área poderão alertar os poderes políticos para os malefícios que algumas das consequências da crise económica estão a provocar", afirmou Pacheco Palha, presidente do congresso.

Entre julho de 2011 e julho de 2012 foram observados 13.708 utentes na UMPP, uma média de 37 pacientes por dia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG