Auditoria das Finanças já falava em insuficiência da rede informática dos tribunais

Justiça criticada por não ter recursos humanos com um "conhecimento profundo" da plataforma, que não funciona na maioria dos tribunais há nove dias, escreve hoje o jornal i.

"Os principais constrangimentos do Citius resultam sobretudo da insuficiência da rede de comunicações e da lentidão que causa na sua utilização e não do próprio sistema", refere a auditoria da Inspeção-geral das Finanças citada pelo jornal.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG