Agricultura vai gastar 5,2 milhões para controlar apoios

Contrato é o quinto assinado com a empresa Geometral desde 2011 e é o mais elevado dos publicados pelo IFAP desde 2008.

O "jornal i" escreve hoje que "o Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP) vai gastar 5,2 milhões de euros com a contratação de uma empresa para efectuar "ações de controlo" aos beneficiários das ajudas e apoios financeiros concedidos. De acordo com o procedimento contratual publicado a semana passada no portal Base dos contratos públicos, as ações a realizar em 2014 e 2015 abrangem o "controlo físico e por teledetecção". Por estes serviços, i IFAP irá pagar 4,2 milhões (mais o IVA) à Geometral, a empresa que ganhou o concurso público. As ações de controlo físico consistem na verificação, no terreno, da elegibilidade dos pedidos de ajuda apresentados a, pelo menos, uma das ajudas indicadas para as campanhas de 2014 e 2015. A ação de controlo por teledetecção consiste, por seu lado, no apuramento da área controlada por requerente das ajudas, através de análise multitemporal de imagem de satélite e/ou fotografia aérea, com recurso ao Sistema de Informação Geográfica (SIG), complementadas por visitas rápidas no campo no caso de haver dúvidas de fotointerpretação".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG