Agitação marítima provoca estragos na costa portuguesa

Costa de Caparica, em Almada, e o Furadouro, em OVar, registaram os maiores danos, tanto nos passeios e ruas como em bares. O mau tempo deverá prolongar-se por hoje, mas passando do mar para a terra.

O "Público" escreve hoje que "as ondas fortes fizeram estragos em vários distritos durante a madrugada de ontem. Em nenhum lugar subiram tanto como na Costa de Caparica, em Almada e no Furadouro, em Ovar. O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou desde sábado à tarde toda a costa com aviso laranja, o segundo mais grave numa escala de quatro, devido à "altura significativa das ondas", e manteve parte dela assim até à meia-noite de ontem. A tormenta marítima deve agora acalmar. Este fim-de-semana, ondulações marítimas na ordem dos seis metros de altura provocaram estragos ao longo da costa. Hoje, o aviso passa a aamarelo - o terceiro mais grave - , nível que se deverá prolongar até ao final da manhã. As previsões são agora de ondulações de quatro a cinco metros".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG