ACP processa Lino, Campos e Mendonça por causa das SCUT

Mário Lino, Paulo Campos e António Mendonça vão ser investigados pelo DIAP de Lisboa por terem assinado contratos de concessões rodoviárias ruinosos para o Estado. A participação é do Automóvel Club de Portugal

O DIAP de Lisboa, dirigido pela procuradora-geral adjunta Maria José Morgado, vai abrir um inquérito para apurar as eventuais responsabilidades dos ex-governantes na prática do crime de gestão danosa, escreve o jornal i.

É a primeira vez que a sociedade civil, neste caso o Automóvel Club de Portugal, liderado por Carlos Barbosa, tenta responsabilizar titulares de cargos políticos pelas suas decisões.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG