34 mil portugueses sem bens para pagar dívidas

Em outubro a lista pública de execuções bateu o recorde de devedores. O total de dívidas incobráveis disparou para os 488 milhões de euros, à ordem de 67 mil euros por dia só nos últimos 11 meses.

A lista pública de execuções já tem mais de 34,700 nomes de devedores que não têm dinheiro para pagar as dívidas nem bens para penhorar. A situação agravou-se nos últimos meses e as dívidas incobráveis atingem já os 488 milhões de euros, notícia o Diário Económico.

Em causa estão dívidas a fornecedores, instituições financeiras, crédito ao consumo, arrendamentos ou empresas de serviços públicos essenciais, como água e luz, e telecomunicações. Desde janeiro registam-se 55 devedores crónicos por dia e, em outubro, foi batido o recorde de publicação de devedores crónicos, com a inclusão de 2,633 nomes na lista, o maior número de sempre desde a criação do registo em 2009.

A grande fatia são são particulares. Entre janeiro e o dia 23 de novembro, o total de devedores crónicos chegou aos 34,728. O número é aumentado pela crise, pelo desemprego e pelas medidas de austeridade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG