Manuela Moura Guedes rescindiu contrato com a TVI

Manuela Moura Guedes, antiga pivô do Jornal Nacional da TVI, suspenso em grande polémica em Setembro de 2009, confirmou ao DN que rescindiu o contrato com a estação.

Manuela Moura Guedes confirmou ao Diário de Notícias que rescindiu o seu contrato com a TVI, mas não revelou os termos em que a saída foi acordada.

Segundo a agência Lusa, o acordo de rescisão foi conseguido no domingo, 17 de Outubro.

"Por razões de confidencialidade inerente ao acordo celebrado, a TVI entende não dever adiantar pormenores nem comentários acerca do mesmo", frisa o comunicado da estação televisiva.

A antiga pivô do 'Jornal Nacional' da TVI estava em baixa médica desde 28 de Setembro de 2009, após a polémica suspensão do programa por parte da administração da Prisa, que levou à demissão em bloco da direcção de informação da estação.

O jornal tinha sido criticado pelo primeiro-ministro, José Sócrates, numa entrevista dada à RTP, na qual lhe chamou "jornalismo travestido" e "caça ao homem". Também a Entidade Reguladora para a Comunicação Social se pronunciou algumas vezes sobre o bloco de informação televisiva, considerando que algumas emissões desrespeitaram "normas ético-legais aplicáveis à actividade jornalística"

Manuela Moura Guedes, que manifestou sempre intenção de continuar na estação, rescinde agora o contrato que a vinculava à TVI desde 1995.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG