Dona da TVI procura sócios e vai reduzir salários

Um dos motivos que terá feito Moniz pesar a hipótese de sair do Benfica foi o facto de a Prisa continuar activamente à procura de sócios para comprar participações minoritárias na Media Capital e no seu sector editorial, a Santillana, enquanto prepara a implementação de um novo modelo de negócio do grupo, que passará por uma profunda transformação tecnológica e organizacional. Mudanças que se farão sentir na TVI, sem se saber bem como, sendo que existem já contactos avançados com alguns interessados nacionais.

O grupo de comunicação espanhol anunciou ontem em Madrid um conjunto de medidas, incluindo reduções salariais, para responder à crise publicitária do sector e ao seu elevado endividamento. Depois de os bancos terem alargado o prazo para pagamento das dívidas do grupo, que se eleva a cinco mil milhões de euros, Juan Luís Cébrian, administrador executivo do grupo, revelou, no final da assembleia de accionistas, que não haverá distribuição de dividendos até que esteja estabilizada a dívida do grupo.

Para responder aos problemas financeiros do grupo, Cébrian explicou que está a ser estudada uma redução até 8% nos salários dos empregados acima dos 100 mil euros. "De forma paralela negociaremos com os representantes sindicais reduções idênticas para os restantes trabalhadores a troco de uma redução da jornada laboral", adiantou.

Ler mais

Exclusivos