Papa renuncia oficialmente e começa a 'sede vacante'

Às 19.00 em Lisboa, os guardas suíços fecharam a porta do palácio apostólico de Castel Gandolfo, marcando o fim do pontificado de Bento XVI. O papa emérito ficará na residência de verão nos próximos dois meses.

"Obrigado pelo vosso amor e o vosso apoio! Possais viver sempre na alegria que se experimenta quando se põe Cristo no centro da vida", escreveu às 16.00 o Papa no seu Twitter, onde tem mais de 1,5 milhões de seguidores. A conta será agora suspensa, podendo o próximo papa decidir reativá-la ou não.

À mesma hora iniciava a viagem de helicóptero desde o Vaticano até à residência de verão dos papas. Por volta das 16.30, Bento XVI apareceu à varanda de Castel Gandolfo para saudar as centenas de pessoas presentes no pátio."Obrigado pela vossa amizade e o vosso afeto", disse."Não serei mais Papa, a partir das 20.00 [19.00 em Lisboa] mas um simples peregrino que começa a última etapa da sua peregrinação nesta terra", afirmou.

A renúncia tornou-se oficial às 19.00 (hora de Lisboa), quando os guardas suíços que guardavam a entrada de Castel Gandolfo fecharam a porta e abandoram o local, deixando a segurança do papa emérito (como a partir de agora Bento XVI será conhecido) a cargo dos seguranças.

VEJA AQUI OS VÍDEOS

À mesma hora, no Vaticano, foram selados os aposentes papais e o camerlengo, o cardeal Tarcisio Bertone, assumiu o Governo da Santa Sé durante o período de 'sede vacante', enquanto não é escolhido o futuro papa.

Bento XVI, que passará a ser tratado de "papa emérito", ficará dois meses em Castel Gandofo, até estarem terminadas as obras no mosteiro em que irá residir, dentro da Cidade do Vaticano.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG