Cardeal-patriarca de Lisboa exorta fiéis a rezarem quando Igreja Católica escolhe novo papa

O cardeal-patriarca de Lisboa, José Policarpo, exortou hoje a Igreja e os fiéis a rezarem, numa altura em que vai ser escolhido o sucessor do papa Bento XVI, que renúncia a 28 de fevereiro.

"Durante esta Quaresma será eleito o novo papa, o que exige da Igreja que viva a Quaresma como tempo de oração, de escuta da palavra que Deus dirige hoje ao seu povo, a procurar no silêncio da fé a verdade da salvação", declarou José Policarpo, na homilia da Quarta-Feira de Cinzas, na Sé Patriarcal de Lisboa.

"Façamos da oração a experiência forte desta Quaresma, pois só ela nos motivará para a necessidade da conversão, para o louvor de Deus e para o amor dos irmãos", incitou.

Na segunda-feira, Bento XVI, 85 anos, anunciou a sua resignação, com efeitos a partir de 28 de fevereiro, invocando a sua idade avançada.

O conclave para a eleição do novo líder da Igreja Católica começará entre 15 e 20 de março.

Para o cardeal-patriarca de Lisboa, "uma Igreja em oração merecerá melhor a assistência do Espírito Santo nesta escolha tão decisiva para a vida da Igreja e para a sua missão na complexidade do mundo contemporâneo".

Bento XVI pediu hoje, no Vaticano, aos fiéis para que o tenham presente nas suas orações.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG