Tribunal analisa pedido de Aidida

ESmeralda

Poder paternal

O caso Esmeralda volta, hoje de manhã, ao Tribunal de Torres Novas. Em causa está o pedido de Aidida Porto para alterar o poder paternal e a guarda da menor, entretanto atribuídos ao pai biológico, Baltazar Nunes. A mãe biológica alega ter uma situação familiar estável e condições económicas para criar a filha. E considera estar em melhor situação para estabelecer a ponte entre a filha, os pais biológicos e os pais afectivos, Luís Gomes e Adelina Lagarto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG