Esmeralda não deve mudar de vida

florbela paulo

psicóloga

A psicóloga que acompanha a menor Esmeralda Porto nos contactos com o pai disse ontem no Tribunal de Torres Novas que é "prematuro" pensar numa nova alteração na vida da menina. Florbela Paulo foi ouvida enquanto perita no âmbito do processo em que a mãe da criança, Aidida Porto, requere a alteração da regulação do poder paternal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG