McCann sem "provas evidentes" para reabir processo

Gerry e Kate voltaram hoje a falar da necessidade de um trabalho conjunto entre as autoridades portuguesas e britânicas e a pedir a reabertura do caso

Os pais de Madeleine McCann, desaparecida no Algarve, disseram hoje em Lisboa que não reúnem provas evidentes para a reabertura do processo judicial em Portugal, mas acentuaram a necessidade de as autoridades portuguesas e britânicas poderem "trabalhar em conjunto".

"Neste momento, não temos provas evidentes para dizer que é preciso investigar isto ou aquilo. Por isso, pedimos uma reabertura. Queremos identificar áreas para que uma maior investigação possa trazer mais provas novas que ajudem a solucionar o caso", disse Gerry McCann, que, na companhia da mulher, esteve reunido hoje com a advogada, Isabel Duarte.

Os pais da criança desaparecida em maio de 2007, num apartamento de um aldeamento turístico no Algarve, pediram que "o caso fosse aberto o mais cedo possível", sublinhando que "ninguém olha para todos os elementos separados". "Penso que a revisão do processo seria um passo importante. Se reunirmos toda a informação, teremos uma ideia mais clara do que há para fazer", referiu Kate, enquanto Gerry ressalvou que "não se pode dizer que não se pode reabrir" a investigação.

O casal McCann está ciente de que a reabertura do processo apenas se fará caso surjam novas provas concretas e frisou que têm "pedido ao Governo britânico para trabalhar com o Governo português" nesse sentido. "Pedimos ao Home Office (Ministério do Interior britânico) que soubesse junto das autoridades portuguesas por que não se trabalha em conjunto, no sentido de se poder abrir o processo", afirmou Gerry.

Gerry McCann revelou manter contactos com autoridades britânicas e disse que a petição para pedir a reabertura do processo já reúne mais de 31 000 assinaturas. O pai de Madeleine McCann referiu-se ainda à campanha de recolha de verbas para o Fundo criado para financiar a procura da filha desaparecida, recusando que esteja "em risco".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG