Mãe de Maddie foi rezar à Praia da Luz

Kate McCann, a mãe de Madeleine McCann, esteve sozinha na Praia da Luz. Passou quase despercebida. Disse ter sido "uma visita emocional"

Mais de nove meses após ter estado com o marido, Gerry, na Praia da Luz (Lagos), Kate McCann voltou, no passado fim-de-semana e desta vez sozinha, a esta localidade turística com o objectivo de "rezar pela Madeleine", a filha, então de 3 anos, dada como desaparecida na noite de 3 de Maio de 2007 do resort The Ocean Club, ali situado e onde a família passava férias em companhia de amigos. A presença da mãe de Maddie três anos e cinco meses depois no local do desaparecimento da filha, foi discreta. "Não demos por ela, nem ouvimos falar da senhora", disse, ontem, um morador, contactado pelo DN, perto da Igreja da Luz, que ainda mantém no exterior um cartaz com a foto da criança. Foi ali onde Kate McCann esteve, sozinha, no sábado, cerca das 12.00, a rezar, numa altura em que, como sucede várias vezes durante o dia, o templo estava aberto para quem quisesse entrar. Segundo apurou o DN, àquela hora não estavam mais de quatro pessoas no interior da igreja e que também não se terão apercebido da presença de Kate. Ao que se sabe, não é primeira vez que a mãe de Maddie se desloca sozinha à Praia da Luz para rezar pela filha, na esperança de um "milagre", como terá confessado a amigos.

Kate esteve com a mulher do padre anglicano Haynes Hub-bard, segundo a qual a mãe de Madeleine lhe referiu, de forma lacónica, apenas ter sido "uma visita emocional". De resto, "passou despercebida para a maioria ou mesmo totalidade das pessoas quando saiu à rua e esteve na igreja", acrescentou.

Kate McCann viajou, na sexta-feira de manhã, num voo desde Estmieleands, em Inglaterra, para Faro. Os dois filhos gémeos, Sean e Amelie, ficaram com o pai, Gerry, na casa onde vive a família na cidade de Rothley. Ontem de manhã, regressou a Inglaterra.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG