Mercado do Bom Sucesso fecha por falta de condições higiénicas

O mercado do Bom Sucesso, no Porto, encerra amanhã por ordem da ASAE , por terem sido detectadas deficiências em matéria de higiene. O vereador das Actividades Económicas da Câmara do Porto, Sampaio Pimentel, que avisou ontem os comerciantes da notificação, critica a "falta de bom-senso" da entidade fiscalizadora: "Anda a matar moscas com mísseis nucleares em vez de actuar com sensatez."


Sampaio Pimentel vai pedir esclarecimentos amanhã à ASAE porque antes da notificação do fecho do mercado, assinada pela inspectora-chefe, o inspector director tinha assinado uma outra notificação que obrigava apenas à suspensão imediata da actividade na zona da peixaria. Esclarecida essa dúvida, a autarquia avançará ou não com o processo de impugnação judicial da medida.


O Bom Sucesso, inaugurado em 1957, só reabrirá depois de "corrigidas as deficiências em matéria de higiene". Para isso, a autarquia, proprietária do mercado, terá de executar alguns obras. Tal, no entanto, não deverá acontecer. Segundo Sampaio Pimentel, não faz sentido executar esses trabalhos agora, quando está a decorrer um concurso internacional para conceder a privados a gestão do Bom Sucesso.


Os cerca de 150 comerciantes que ocupam este mercado, na zona da Boavista, ficaram surpreendidos com a notícia. Não compreendem como é que o Bom Sucesso vai fechar e o Mercado do Bolhão, "que mantém escoras em várias partes" , continua a actividade com normalidade.


O vereador Sampaio Pimentel garantiu que os comerciantes que vendem produtos perecíveis, como é o caso dos talhantes, só fecharão depois de escoados esses mesmos produtos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG