Passos acusa elementos do Governo de serem "incapazes"

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, reagiu hoje, segunda-feira, à tarde às acusações do PS acerca do seu programa eleitoral. E acusou o PS de "encharcar" comunicação social com mentiras

Pedro Passos Coelho voltou a acusar o Governo de José Sócrates de colocar o País na crise em que se encontra. "Lá por termos sido governados durante anos por incapazes não quer dizer que não sejamos capazes", garantiu.

"Nós somos capazes. Nós vamos pôr o Estado a fazer mais austeridade e vamos aliviar os portugueses. O que precisamos é de ser mais competitivos para pôr a economia a crescer. Se não, nunca sairemos desta espécie de maioria de pobreza", disse. "Para pôr a economia a crescer e criar emprego, temos de arrepiar caminho", afirmou.

O líder social-democrata acusou ainda o PS de "encharcar a comunicação social com mentiras sobre o PSD".

"Hoje retomou o discurso como se não tivesse apresentado o seu programa.

Ele que não tem programa, andou diariamente o criticar o PSD por não apresentar o seu programa. Agora que o apresentámos vem com a mesma conversa, que queremos destruir o Estado Social, que somos imaturos", apontou.

"Para defender o Estado Social precisamos de saúde nas finanças públicas, contas certas e economia a crescer. Para isso, o PS não está preparado e não vejo o dia em que estará preparado", defendeu. "Não queremos ser tão preparados como o Governo, que trouxe o país à beira da insolvência", acrescentou.

"Dentro do PSD há muitas pessoas preparadas, competentes para fazer o que é preciso", rematou Passos Coelho.

Exclusivos