"Com esta liderança, o PS é um problema para Portugal"

O presidente do PSD, Passos Coelho, afirmou hoje, quinta-feira, que o primeiro-ministro, José Sócrates, é o responsável pela "maior tragédia de que há memória em Portugal" e que, "com esta liderança, o PS é um problema para Portugal".

Durante um jantar com apoiantes, em Évora, Passos Coelho ressalvou que "a liderança do PS tem de ser respeitada enquanto tiver o apoio do PS, é o PS que decide", mas acrescentou: "Há uma consequência que é evidente, é que hoje, com esta liderança, o PS é um problema para Portugal, não está do lado da solução para o país".

O presidente do PSD recusou que esteja a pessoalizar esta campanha eleitoral: "Nós não estamos a fazer uma luta de galos. Isto não é um problema pessoal, isto é uma questão política. Não se brinca com o país, não se brinca com os bancos, não se brinca com as empresas, não se brinca com as associações, não se brinca com os portugueses".

"Não podemos pôr o país a fazer de figurante numa campanha eleitoral gigantesca que este Governo anda a preparar há seis anos no país, não se importando de conduzir o país à falência. A questão, portanto, é política. E hoje não sou só eu que o digo, toda a gente reconhece: não se consegue estabelecer um compromisso com quem falha tudo aquilo com que se acorda", acrescentou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG