PTP ameaça impugnar eleições se debates não se realizarem

O Partido Trabalhista Português ameaça impugnar as eleições legislativas de 5 de Junho caso fiquem por realizar os debates televisivos determinados pelo tribunal de Oeiras.

"O PTP não prescinde dos debates e se não forem realizados desde já informa que vai impugnar antecipadamente o acto eleitoral junto da Comissão Nacional de Eleições por flagrante violação de uma decisão judicial que a todos vincula", garantiu o partido, em comunicado.

O PTP considera ser uma "vergonha" a situação criada com a sentença do tribunal de Oeiras, após providência cautelar apresentada pelo PCTP-MRPP, para que as televisões generalistas organizassem debates entre os partidos concorrentes às legislativas.

"Parece que têm medo de serem confrontados pelos pequenos partidos", comentou o PTP, face à recusa de quatro dos cinco partidos com assento parlamentar para participarem no debate. A CDU foi a única força a manifestar disponibilidade.

Para o PTP, as televisões "ridicularizaram a decisão judicial ao colocarem um candidato [Garcia Pereira] contra 17" e que "não foi isso que o Tribunal determinou e com tal postura não só afrontaram a decisão como demonstraram falta de imparcialidade e isenção".

Entre os denominados pequenos partidos há, por isso, "sentimentos contraditórios" face à vontade de debaterem com os grandes e, por outro lado, a falta de explicação do PCTP/MRPP.

O PTP exigiu saber se algum dos intervenientes desistiu oficialmente para que as operadoras não paguem multa e acrescentou o seu direito a "participar (em debates) sem que qualquer operadora ou até o requerente da providência a tal se possam opor".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG