PAN espera que portugueses "não se demitam" de votar

O presidente do Partido pelos Animais e pela Natureza (PAN), Paulo Borges, apelou hoje aos portugueses para que "não se demitam" de votar e escolham "em consciência" aquilo que acham que será o "melhor para tudo e todos".

Do ponto de vista do PAN, sublinhou Paulo Borges, o melhor para os cidadãos passa pela existência de uma voz política que "defenda o interesse dos homens, dos animais e o equilíbrio ecológico".

O responsável do PAN falava à agência Lusa depois de ter votado, cerca das 10:45, na Junta de Freguesia de Sta. Engrácia, em Lisboa.

Paulo Borges diz que o partido tem a expetativa de poder eleger "pelo menos um deputado, talvez no círculo de Lisboa", mas aponta como possível a hipótese do PAN ser uma surpresa "ainda maior" nas eleições legislativas que hoje se realizam.

O presidente do PAN declarou como fundamental "mobilizar os abstencionistas, os que votam branco e votam nulo" para participarem "mais ativamente" na democracia portuguesa.

"Sistematicamente quem ganha as eleições em Portugal são os abstencionistas. Isso significa que a democracia está em crise, à beira da falência", comentou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG