Garcia Pereira: partidos "estão em pânico" com debates

O líder do PCTP/MRPP, Garcia Pereira, afirmou hoje que as principais forças políticas representadas no parlamento estão em pânico por terem de realizar debates televisivos com o seu partido.

"Esta gente está em pânico, porque montou uma campanha em que se pretendia convencer o povo português que tinha apenas que comer e calar. Quando aparece uma força que diz: não tem que comer e calar, devem recusar pagamento da dívida e lutar por uma solução, assustam-se", disse.

Durante uma visita à Feira do Relógio, em Lisboa, Garcia Pereira considerou que se "o PCTP/MRPP tiver uma oportunidade, sequer parecida com a dos partidos do parlamento, é natural que o pais se subleve contra a 'troika' e os partidos seus amigos".

Garcia Pereira afirmou apenas ter ouvido dos partidos representados no parlamento "referências a meras declarações de princípio" sobre os debates televisivos com o PCTP/MRPP, impostos sexta-feira por uma decisão do tribunal de Oeiras.

"Desde o início de abril que o PCTP/MRPP denunciou que se estava a montar um esquema no qual os cinco partidos apenas discutiriam entre si", garantiu Garcia Pereira.

Para o cabeça de lista do PCTP/MRPP por Lisboa, "a opinião pública democrática deve exigir que os cinco partidos, em particular o PS e o PSD, venham debater os problemas do país e quais as soluções que apresentam".

Na sequência de uma providência cautelar, o tribunal de Oeiras condenou as televisões generalistas (RTP, SIC e TVI) debates entre o PCTP/MRPP e os cinco partidos, e ao pagamento de uma multa de 1000 euros por cada dia decorrido sem que a decisão seja cumprida.

Garcia Pereira afirmou que caso a decisão não seja cumprida "haverá uma responsabilização criminal pelos danos à democracia", acrescentando que a multa é "apenas uma sanção compulsória pelo atraso".

O líder do PCTP/MRPP voltou a insistir na "necessidade de o povo recusar o pagamento da dívida" e acusou PS e PSD "de terem decidido todas as negociações com a 'troika' antes das eleições".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG