BE dedicou dia ao mar e ao ambiente

BE. Miguel Portas defendeu a modernização da pesca e, na ria de Alvor,  criticou Manuel Pinho  por causa dos PIN

O BE dedicou o quinto dia de campanha às questões do mar e das pescas e à preservação do ambiente.

Miguel Portas foi confrontado com os problemas clássicos das pescas portuguesas: concorrência de espanha, a aplicação de defesos biológicos sem que as compensações monetárias sejam pagas atempadamente a armadores e pescadores, e intermediários que ficam com boa parte dos lucros que deviam ser de quem enfrenta o Mar. O candidato chamou a atenção para o facto das lotas espanholas terem "um menor grau de fiscalização do que as portuguesas", o que acaba por distorcer igualmente a concorrência. Miguel Portas criticou também o facto de não apostar na construção de novas embarcações mais modernas. O candidato fez questão de visitar uma unidade de sucesso no sector, a ArtesanalPesca, uma cooperativa de cerca de 20 armadores que introduziram valor acrescentado ao produto por terem congelação.

À tarde Miguel Portas e Marisa Matias embarcaram na Ria de Alvor para denunciar o reverso dos projectos PIN que encantam Manuel Pinho, ou seja "o desprezo pelas regras ambientais de um ecossistema de biodiversidade única", como denunciou a número dois ao PE.

b positivo Diversidade

Marisa Matias foi novidade e mostrou porque é uma mais valia do BE.

b negativo Preparação

A relativa juventude do BE leva a que a falta de preparação das visitas provoque alguma desorganização.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG