Mota Soares "é dos que mais destruiu a Segurança Social"

A dirigente da Frente Comum Ana Avoila afirmou hoje que o ministro da Solidariedade e Segurança Social, Pedro Mota Soares, "é dos ministros que mais tem destruído a Segurança Social".

Ana Avoila falava numa conferência de imprensa, hoje convocada em Lisboa, para reagir às medidas propostas no relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI) sobre os cortes na despesa pública e as funções do Estado, encomendado pelo Governo e conhecido na quarta-feira.

"Pedro Mota Soares é dos ministros que mais tem destruído a Segurança Social. Se for por este caminho vai conseguir destruir aquilo tudo", disse a dirigente sindical.

Acusando o ministro Mota Soares (CDS) de "já querer fazer direito penal", Ana Avoila entende que a medida de "dar pena de prisão a quem tiver uma dívida de 2.500 euros é uma coisa [impensável]".

"É uma equipa que fecha aos beneficiários e aos contribuintes os [balcões] informativos para não poderem ter um contacto direto com os direitos que têm, como já fechou em Castelo Branco. Só isso já diz tudo", sublinhou.

Para Ana Avoila, o que o ministro da Solidariedade e Segurança Social "está a fazer é campanha para as próximas eleições", e mesmo "as medidas que anda a anunciar com grande pompa e circunstância na área da proteção social (...) não resolvem nada".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG