Sócrates comparado a condutor em contramão

O diário espanhol, num artigo que não está assinado, escreve ainda que o primeiro ministro português é "antipático contra todos" e recorda o episódio da sua licenciatura.

O jornal espanhol "ABC", de tendência conservadora, compara na edição de hoje José Sócrates "a um condutor que avança a toda a velocidade na auto-estrada em sentido contrário, convencido que todos os outros é que estão errados". "Os Governos europeus e as instituições comunitárias dão como certo que Portugal não pode sair da crise sem assistência financeira, mas José Sócrates contraria todos dizendo que o país pode superar os seus problemas com as suas próprias forças", pode ler-se no diário espanhol, que escreve em título que Sócrates é "antipático contra todos".

"Na última cimeira europeia, em Bruxelas, surpreendeu muitos quando estendeu a mão a todos os jornalistas antes de se sentar e explicar a sua versão do que aconteceu no conselho. E dada a sua fama de antipático, o gesto poderia ser interpretado como uma espécie de despedida, tendo em conta que na próxima cimeira é possível que o Governo já esteja nas mãos da oposição. "Podem ter certeza que isto não é uma despedida, apesar de estar seguro que seria o que desejam", disse depois.

O texto recorda ainda a licenciatura do primeiro-ministro: "Tendo em conta que quatro das cinco disciplinas foram aprovadas por um professor que mais tarde foi ocupar um importante cargo no seu Governo e a quinta disciplina foi aprovada pelo próprio reitor da universidade privada de Lisboa que acabou por ser encerrada precisamente pelo cúmulo de irregularidades que foram surgindo à medida que se investigava o escândalo", diz ainda o ABC.

Clique aquipara ler o artigo completo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG